(49) 3323 3102
simec@simeconline.org.br
Notícias
Simec
Seja um
Associado

Notícias

Postado em 11 de Janeiro às 15h39

PRESIDENTE DO SIMEC ASSINALA DESAFIOS E PROJETA CRESCIMENTO

Apesar de algumas incertezas quanto à imunização contra o coronavírus e a diminuição das medidas restritivas, passando pelo ambiente político quanto às reformas administrativa e tributária, aos poucos o fornecimento de matéria-prima deve ser normalizado e as indústrias aumentarão seus níveis de produtividade. Essa é a avaliação do empresário Nei Roberto Hermes, novo presidente do Sindicato Empresarial das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico da Região de Chapecó (Simec), entidade que desde o início deste mês tem nova diretoria para mandato de três anos.

Especificamente quanto à entidade, que atua há 32 anos em área de 34 municípios, o presidente do Simec salienta a união de forças de empresárias e empresários, a continuidade de ações mais relevantes das gestões anteriores, a integração maior com as empresas do segmento na região de abrangência do sindicato e a criação de pauta para a defesa das demandas setoriais. Também especifica a intenção de "estar atento às mudanças nos cenários econômico e político e manter inserção na comunidade para contribuir nos debates de questões que envolvem Chapecó e região".

Setor reconhecido e perspectivas
Nei Hermes lembra que Chapecó é um município reconhecido internacionalmente como polo agroindustrial e também por empresas que estão voltadas à produção de equipamentos e processos agroindustriais. Além disso, assinala que as cidades próximas agregam grande número de indústrias desse setor, "fazendo com que a participação do segmento na matriz econômica regional tenha peso significativo, assim como na geração de empregos". Em função dessa amplitude, o empresário acrescenta que há maior arrecadação de tributos nos municípios, o implemento a outros setores produtivos, mediante o fornecimento de insumos para a indústria eletrometalmecânica, e a ampliação do consumo por meio da geração de renda compatível.

"Todas as projeções levam para a retomada da indústria, como já vem ocorrendo desde o último trimestre de 2020", afirma o presidente do Simec quanto às perspectivas do setor para este ano. Ele avalia, ainda, que durante o período de pandemia em 2020 muitas empresas aprimoraram seus processos e ampliaram a cadeia de fornecedores, de forma que se tornaram mais competitivas. Outra tendência que o empresário indica é de aumento nas contratações, "tornando as economias locais mais fortes".

Agronegócio forte

Em relação ao agronegócio, Nei estima que irá puxar a retomada da economia e que o consumo de grãos e proteína animal irá aumentar. "Logo, setores como o de máquinas agrícolas e transporte, como caminhões e reboques, máquinas e equipamentos para agroindústrias e também o setor de automação e elétrica terão grandes oportunidades", prevê o novo presidente do Simec.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 11/01/2021

Veja também

Marketing digital para a indústria é tema de palestra no Simec08/11/18 O marketing digital apresenta propostas alinhadas às tendências tecnológicas, como é o caso do monitoramento em tempo real e do uso de estratégias mais otimizadas ao perfil do público-alvo de cada empresa. No setor industrial não é diferente. Com o marketing digital para indústrias, é possível se aproximar do consumidor ideal, interagir e......
Simec entrega cestas de Natal para crianças do Ceim Minha Gente 19/12/14      Uma iniciativa de cunho social é realizada todos os anos pelo Simec em benefício das crianças atendidas pelo Centro Educacional Infantil Projeto Minha Gente, do Bairro Alvorada. Opresidente da entidade, Carlos......
TOMA POSSE DIRETORIA DO SIMEC PARA OS PRÓXIMOS TRÊS ANOS26/11/20 Os dirigentes do Sindicato Empresarial das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico da Região de Chapecó (Simec) para o mandato entre 2021 e 2023 foram empossados na manhã desta quinta-feira, 26......

Voltar para (Notícias)