(49) 3323 3102
simec@simeconline.org.br
Notícias
Simec
Seja um
Associado

Notícias

Postado em 05 de Agosto de 2015 às 10h43

Palestra que tratará sobre relações trabalhistas acontece nesta quinta

     Orientações quanto ao contrato de trabalho, cuidados quanto à admissão e demissão, remuneração, equiparação salarial, diárias e estabilidade serão enfoques de palestra organizada pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Chapecó (Simec). Programada para esta quinta-feira, dia 6 de agosto, às 18h45, ocorrerá no auditório da entidade.
     A palestra “Legislação trabalhista - Dicas práticas e atualizadas” será conduzida pelos advogados Daiana Capeleto e Douglas Bortolotto Perondi, da Bortolotto & Advogados Associados, assessoria jurídica do Simec. Constará, também, de orientações sobre jorna-da de trabalho, afastamentos, atestados médicos e novas regras do seguro desemprego.
     Com inscrições gratuitas para associados, outros interessados em participar terão in-vestimento de R$ 50,00. Informações complementares podem ser obtidas pelo telefone (49)3323-3102 ou pelo e-mail simec@simeconline.org.br. O Simec lembra que as vagas são limitadas e podem se inscrever até duas pessoas por empresa.
     Experiência
     Daiana Capeleto é especialista em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho pela Universidade Anhanguera (Uniderp), membro da 3ª Turma do Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional de Santa Catarina (triênio 2013/2015) e sócia do escritório Bortolotto & Advogados Associados, onde exerce a advocacia desde 2008.
     Douglas Bortolotto Perondi é especialista em Direito do Trabalho e Processual do Tra-balho pela Faculdade de Direito Professor Damásio de Jesus (FDDJ) e sócio do escritó-rio Bortolotto & Advogados Associados, exercendo a advocacia desde 2012.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 4/08/15

Veja também

CNI defende custos menores para indústria impulsionar o PIB18/03/1411/03/2014 A Confederação Nacional da Indústria (CNI) defende a intensificação de medidas de redução de custos, como a desoneração dos investimentos, para retomar o crescimento da indústria com mais vigor, pois o setor, conforme demonstra o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013, ainda enfrenta dificuldades. Apesar do aumento de 1,3% do PIB......

Voltar para (Notícias)