Notícias

Postado em 16 de Junho às 11h48

Simec inicia programa de visitas técnicas a empresas

Conhecer e trocar experiências são os objetivos da iniciativa

Simec - Chapecó/SC Conhecer e trocar experiências são os objetivos da iniciativa Observar o ambiente de uma empresa em pleno funcionamento, para verificar o trabalho que realiza e as experiências que detém, de forma a conhecer sua...

Observar o ambiente de uma empresa em pleno funcionamento, para verificar o trabalho que realiza e as experiências que detém, de forma a conhecer sua organização e dinâmica de atividades. Esse é o objetivo que levou o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Chapecó (Simec) a criar um novo programa de ação. Denominado como “Visita Técnica Simec”, esse programa de integração congrega exclusivamente empresas associadas, para receber a visita e para a participação de empresários como visitantes.

A primeira visita técnica ocorreu nesta terça-feira, 13 de junho, na Plasmetal, em Xaxim. Na abertura, o presidente do Simec, Mário Nóri de Oliveira, enfatizou que a importância da iniciativa está em possibilitar que os empresários associados e parceiros do Simec conheçam melhor o potencial da indústria eletrometalmecânica da região. Indicou que a ideia das visitas surgiu do próprio diretor da Plasmetal e também membro da diretoria do Simec, Orly Bernardes, e disse que a sugestão contribui com a aproximação entre os empresários. Acrescentou que muitos empresários do setor viajam para outras cidades para conhecer outras empresas do ramo, enquanto “acabam não conhecendo empresas aqui do Oeste, por isso o novo programa de visitas vem para aproximar e valorizar ainda mais as empresas da região”.

Fundada em 10 de março de 1990 e adquirida por Orly Bernardes em 2 de outubro de 2000, a Plasmetal atua na fabricação de máquinas para caixas, máquina desenformadora, linha de embalagens, cortador de asas e classificadoras. Na apresentação da empresa, Orly enfatizou a importância da Plasmetal projetar e aplicar métodos que obedecem a todas as normas previstas pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), através do sistema de separação de óleos e graxas, purificador de ar, cabine de pintura e tratamento de resíduos orgânicos. “O fator primordial da Plasmetal é a conscientização e responsabilidade assumidas com o meio ambiente, um compromisso adquirido através do desenvolvimento de tecnologias ecologicamente corretas, adotando ações que visam o melhor aproveitamento de matéria-prima, com medidas que previnem o desperdício e a degradação dos meios sustentáveis”, especificou.

Outros destaques da empresa, mostrados pelo empresário, foram os investimentos em visitas a feiras. Ressaltou a frase “quem não é visto não é lembrado” e indicou que sua grande preocupação é com a valorização profissional, buscando dar espaço de crescimento a todos os funcionários.

Mais experiência
Conforme o presidente do Simec, esta foi a primeira visitação entre muitas que se pretende realizar, com visitas em segmentos como de estruturas metálicas, mecânica pesada, fundição, usinagem e indústria de corte. Em sua avaliação, caracteriza que a Plasmetal contemplou todos os setores da mecânica e elétrica dentro de uma empresa. “A visita na Plasmetal contribuiu para que nós empresários tivéssemos uma visão mais aprofundada para vermos quais os novos rumos que nós, empresários, podemos tomar.” Já na avaliação do empresário, Orly Bernardes, a nova ação do Simec vem agregar em conhecimento: “Assim conhecemos com quem estamos atuando e temos a troca de informação, que é muito importante entre os empresários, além de conhecermos as dificuldades de cada um”.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 14/06/17


Postado em 23 de Maio às 13h53

Simpósio integra agroindústrias e fornecedoras eletrometalmecânicas

Melhorar a produtividade das empresas eletrometalmecânicas e ampliar a integração com agroindústrias para atender as demandas desse setor produtivo. Esse foi objetivo do Simpósio do Setor Elétrico, realizado nesta quinta-feira, 18 de maio, em uma iniciativa conjunta do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico (Simec) e do Senai Chapecó.

Coordenado pelo diretor setorial de Material Elétrico do Simec, Adilson Campos, o evento teve a participação de representantes das agroindústrias e de empresas dos segmentos elétrico e de automação, para contextualizar medidas referentes às certificações exigidas por frigoríficos, principalmente quanto à segurança no trabalho. De acordo com Adilson, a necessidade do simpósio surgiu de encontros setoriais realizados pelo Simec. Especifica que “decorre de exigências das agroindústrias para que os funcionários de fornecedoras estejam qualificados nas respectivas áreas de atuação para prestar serviços dentro dos frigoríficos”.

Diante da demanda, foi elaborado curso de qualificação de eletricista industrial. Segundo o diretor regional do Senai, João Roberto Lorenzett, esse curso, de 380 horas, qualifica profissionais eletricistas, com teoria e demonstrações práticas. Acrescenta que foi estruturado para prevenir e evitar acidentes, adequando eventuais desvios quanto a procedimentos de segurança no trabalho.

Em função da dificuldade dos profissionais frequentarem um curso com 380 horas/aula, foi montada pelo Senai e BRF uma sistemática que, além da forma tradicional de qualificação com uma parte de aulas presenciais, adota uma maneira flexível, com outra parte do aperfeiçoamento via internet. A metodologia e o conteúdo do curso foram detalhados, no simpósio realizado no Simec, por técnicos do Senai e da BRF. Também ocorreu detalhamento de experiência aplicada na empresa Eletro Service, que promoveu o curso Eletricista Industrial para funcionários que executam atividades em agroindústrias na região e no país.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 19/05/17


Postado em 23 de Maio às 13h43

Simec terá encontro com empresários em São Carlos nesta quarta-feira

Ampliar a integração com as empresas do setor eletrometalmecânico, apresentar as atividades desenvolvidas e também ouvir necessidades. Essas são as finalidades de iniciativa que o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Chapecó (Simec) realiza desde o ano passado em cidades de sua área de abrangência e que têm continuidade nesta semana. 

Depois de realizados em 2016 nas cidades de Coronel Freitas, Pinhalzinho, Quilombo e São Carlos neste ano em Maravilha, nesta quarta-feira, 24 de maio, haverá encontro regional com empresários de São Carlos e cidades próximas. Será às 19h, no auditório do IFSC, na Rua Aloísio Stofel, 127, Bairro Jardim Alvorada. 

Com a presença de outros dirigentes, entre eles o diretor regional em São Carlos, Roberto Carlos Cardoso, na reunião o presidente do Simec, Mário Nóri de Oliveira, falará inicialmente sobre as ações do sindicato. Segundo ele, o encontro regional em São Carlos servirá para mostrar o trabalho que o sindicato realiza e para levantar as necessidades que o setor. 

A programação também inclui palestra pela advogada Daiana Capeletto, que fará abordagem sobre os aspectos de maior relevância da nova lei da terceirização. Entre seus enfoques estarão: conceito e histórico da terceirização; legislação atual e mudanças; quem pode terceirizar; principais fundamentos jurídicos; responsabilidade trabalhista na terceirização. 

O evento desta quarta-feira é uma parceria conjunta com a Vice-presidência Regional Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), a Bortolotto & Advogados Associados e o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). As inscrições podem ser feitas gratuitamente no Simec, pelo telefone (49)3323-3102 ou através do e-mail simec@simeconline.org.br.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS - 22/05/16


Postado em 18 de Maio às 11h43

Simec e Deatec tratam sobre tecnologia e inovação

Simec - Chapecó/SC A evolução tecnológica das empresas e a implantação de processos de inovação foram temas abordados em reunião mensal da diretoria do Sindicato das Indústrias...

A evolução tecnológica das empresas e a implantação de processos de inovação foram temas abordados em reunião mensal da diretoria do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânica e do Material Elétrico de Chapecó (Simec), realizada no início da manhã desta quinta-feira, 18 de maio. No encontro também ocorreram, entre outros assuntos, discussões sobre simpósio setor elétrico, encontro regional do Simec em São Carlos e missão empresarial para a Feimafe em São Paulo.

Uma exposição sobre a Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec) foi feita por seu presidente, André Telöcken. Ele disse que o Deatec constitui-se “em uma associação de empresas de tecnologia e tem atuação na região de Joaçaba a São Miguel do Oeste”. Destacou a evolução dos recursos tecnológicos e disse que a entidade tem trabalhado para que a região tenha destaque nessa área, especialmente por meio da integração entre empresas, governo e universidades. Especificou que o Oeste Catarinense atualmente supera os 10% no contexto da tecnologia no Estado e que será implantado em Chapecó um condomínio tecnológico, já com área destinada. André Telöcken afirmou ser preciso somar forças e que há condições de atuar juntamente com as empresas da área eletrometalmecânica para atender demandas.

Para o presidente do Simec, empresário Mário Nóri de Oliveira, as iniciativas do Deatec estão de acordo com a filosofia de trabalho do sindicato representativo das indústrias metalúrgicas, mecânicas e do material elétrico voltadas para a otimização de melhorias tecnológicas. “Tecnologia é um tema presente nas empresas eletrometalmecânicas e tratar de inovação vale a pena porque representam o interesse de consolidar a atuação no mercado”, afirmou Mário Nóri.

EXTRA COMUNICA - Hugo Paulo de Oliveira-Jornalista/MTb4296RS - 18/05/17

  • Simec - Chapecó/SC -
  • Simec - Chapecó/SC -